Arquivo da categoria: Cinema Filmes #Indico

‘The Chosen’: a série que mostra o encontro com Jesus Cristo como você nunca viu- Baixe aplicativo – Grátis #Indico

atualizado 16/4/2022 atualizado 23/4/2022

Produzida por meio de financiamento coletivo, série já foi vista por mais de 1 bilhão de espectadores em todo o mundo

Jesus abraça Simão Pedro, na série ‘The Chosen’ (Foto: divulgação VidAngel)

A vida de Jesus Cristo já despertou o interesse de inúmeros cineastas e foi retratada diversas vezes nas telas. Algumas dessas produções merecem destaque, como Jesus de Nazaré (1977), do diretor italiano Franco Zeffirelli, e A Paixão de Cristo (2004), dirigida por Mel Gibson. No entanto, recentemente, tem chamado a atenção do público cristão, especialmente dos católicos, a série norte-americana The Chosen (Os escolhidos).

Com efeitos visuais, dramaturgia e fotografia que não ficam longe das séries de sucesso da atualidade, The Chosen conta a história de Cristo a partir dos olhos daqueles que foram escolhidos por ele. Seu enredo parte dos relatos bíblicos da vida de Jesus de Nazaré, complementados com elementos fictícios que ajudam a compreender o contexto e dão personalidade àqueles que o seguiam – como Maria Madalena (Elisabeth Tabish), Simão Pedro (Shahar Isaac), Mateus (Paras Patel) e Nicodemos (Erick Avari) – e o impacto causado neles pelo encontro com aquele que mudou radicalmente suas vidas.

Dirigida por Dallas Jenkins, filho do célebre autor da série de livros “Left behind” (“Deixados para trás”), Jerry Jenkins, The Chosen é uma produção independente lançada pela plataforma de streaming norte-americana VidAngel  e pode ser assistida gratuitamente por meio de um aplicativo ou site próprios.

Sucesso

Outra curiosidade é que The Chosen tem superado expectativas e quebrado recordes desde que foi lançada. A série foi produzida por meio de uma campanha de financiamento coletivo (crowdfunding), que arrecadou mais de 11 milhões de dólares de 16 mil investidores. Foi reconhecida como o projeto de mídia que quebrou todos os recordes de produções por meio de crowdfunding em 2018. De acordo com a VidAngel, mais de 1 bilhão de pessoas em todo o mundo já assistiram à série.

Além dos milhares de apoiadores, a série também tem batido recordes de aceitação e classificação. Ela está na lista das 250 melhores séries de todos os tempos da base internacional de dados sobre cinema, músicas e séries IMDb, ao lado de produções de gigantes do entretenimento como Netflix e HBO.

A primeira temporada conta com o piloto e mais oito episódios que retratam os primeiros milagres e ensinamentos de Jesus. A segunda temporada foi lançada no Domingo de Páscoa, 4, e pretende ter sete episódios, que ressaltam o relacionamento de Jesus com seus discípulos. Além de dirigir, Jenkins também escreve os roteiros da série, em parceria com Ryan Swanson e Tyler Thompson.

Diálogo de Jesus com Nicodemos, um dos personagens centrais da primeira temporada da série (Foto: divulgação VidAngel)
Como assistir?

A melhor forma de assistir à série é instalando o aplicativo oficial do projeto. Busque por “The Chosen” na Apple Store, para dispositivos da Apple (iPhone, iPad), ou no Google Play, para dispositivos com o sistema Android.

Com o aplicativo, é possível transmitir as imagens para TV através de dispositivos como RokuApple TVFire TV ou Chromecast. A série tem dublagem e legendas em português.

Também é possível assistir à série diretamente pelo site da VidAngel, com áudio original.

Realismo e profundidade

Além da qualidade cinematográfica, a série se destaca pelo fato de Jesus e seus discípulos serem retratados de maneira profundamente humana, permitindo que o espectador se identifique com as personagens e compreenda, com riqueza de detalhes, o significado dos acontecimentos narrados pelos evangelhos.

Maria Madalena, por exemplo, é uma personagem cujo passado é envolto em muitos mistérios e especulações. Os textos bíblicos, de fato, apenas confirmam que ela era aquela da qual Jesus expulsou sete demônios. É sobre essa informação que os roteiristas desenvolveram a narrativa e ajudam a entender o quando foi forte e transformador para ela o encontro com Cristo.

Nesse mesmo contexto, Nicodemos, o chefe dos fariseus que simpatizava com Jesus e o encontrava em segredo para não ser descoberto pelos membros de sua seita, é retratado com ênfase na sua curiosidade em conhecer aquele homem que atraía multidões e realizava milagres. Os gestos de Jesus provocavam nesse mestre da Lei uma inquietação que fazia com que questionasse tudo aquilo que tinha por verdade.

Simão Pedro, por sua vez, é mostrado como quem, de fato, era: um pescador, simples, mas, ao mesmo tempo, impulsivo e perspicaz. A narrativa também ajuda o espectador a compreender como o pregador de Nazaré tocou o jovem pescador a ponto de ele deixar tudo aquilo que tinha de mais essencial em sua vida para segui-lo aonde fosse.

Dallas Jenkins (centro) é o diretor e roteirista da série (Foto: divulgação VidAngel)

Como surgiu

Em entrevista ao site norte-americano Patheos, Dallas Jenkins, que se descreve como “evangélico que crê na Bíblia”, contou que, anos atrás, havia vídeos curtos sobre a passagens da vida de Jesus para ocasiões como o Natal e a Sexta-feira Santa e se questionava por que nunca houve uma série de várias temporadas sobre a vida de Cristo que realmente tratasse aqueles fatos com profundidade.  

O diretor enfatizou sua preocupação em contar uma história que envolvesse, de fato, o espectador com o a história e com a experiência vivida pelos “escolhidos”, a ponto de reconhecerem que são tão humanos como estes e, por isso, também podem segui-lo. “Já no primeiro episódio, quando Jesus nem apareceu ainda, já é possível perceber que não se trata mais de um projeto tradicional em que você apenas pega os versículos da Bíblia e os encena novamente”, afirmou.

Além do roteiro, houve uma grande preocupação com o realismo dos personagens e lugares. “Em termos de elenco, focamos encontrar o melhor intérprete para cada papel. Não procuramos celebridades. Nós nos esforçamos para garantir que somos o mais fiéis possível à localização e à época, de modo que os únicos caucasianos são os soldados romanos”, explicou o diretor ao site Aleteia.

Quanto à locação, foi escolhido o estado americano do Texas, onde foi recriada a cidade de Cafarnaum do tempo de Jesus.

Jonathan Roumie interpreta Jesus (Foto: divulgação VidAngel)

Jesus

O personagem principal da série é retratado da maneira como se imagina que as pessoas que viviam em sua época o viam: um ser humano. Ao contrário dos evangelhos que relatam as experiências e gestos de Jesus já a partir da compreensão que os apóstolos tiveram após os acontecimentos da Paixão, Morte e Ressureição, isto é, em uma perspectiva teológica, The Chosen mostra um Jesus de Nazaré como um homem comum, que comia, bebia, trabalhava, dançava e que interpelava as pessoas em meio aos acontecimentos cotidianos.

É nesse contexto de cotidianidade que Cristo inicia sua vida pública e começa a realizar os primeiros milagres, que intrigam e, ao mesmo tempo, atraem a atenção das multidões e das autoridades da época. Esse é outro aspecto ressaltado na série, a maneira como a comunidade judaica era oprimida pelo Império Romano, o que ajuda a compreender o que representava para aquelas pessoas a espera do Messias libertador e por que nem todos conseguiram compreender logo que esse era o carpinteiro de Nazaré.

Jesus é interpretado pelo ator Jonathan Roumie, católico praticante que afirmou em diversas entrevistas que pôde se aproximar ainda mais de Cristo por meio desse trabalho. Embora tenha dado vida a Cristo na série, o ator relatou que, na verdade, viu-se muito mais no personagem Pedro, identificando-se com suas imperfeições e lutas.

“Pedro era teimoso. Demorou algum tempo na vida para chegar ao ponto em que se humilhava, desistia. Mesmo assim, depois dois anos e meio ou três, ele ainda o nega”, disse Roumie ao site Patheos, acrescentando: “Só pela graça de Deus nos levantamos de novo, como Pedro fez. Nisso é o que a fé em Jesus Cristo realmente consiste”.

 Roumie usa as redes sociais para evangelizar (reprodução do Instagram)

Apostolado

O sucesso nas telas atraiu muitos seguidores para Roumie nas redes sociais. Sua interação com o público, porém, vai além da relação entre astro e fãs. Nesse período de pandemia, ele apresentou aos seus seguidores do Instagram . Ele afirmou que, acima de tudo, a oração o ajuda a manter o foco na “missão de Cristo, a missão de tudo o que é bom para mim”, afirmou.

Dallas Jenkins acredita que anunciar o Evangelho de Cristo é urgente, sobretudo em tempos de pandemia. Por esse motivo, a série continuará disponível gratuitamente.

O diretor deseja produzir sete temporadas, contando todo o ministério de Jesus até a morte e ressurreição.

Assista ao trailer oficial da primeira temporada de The Chosen:

Como Baixar…..é simples Assista

Créditos: https://osaopaulo.org.br/

“Não Olhe para Cima”,o filme,assistiu???Satira ou Fato??? Assista e comente

Atualizado 16/1/2022 às 13h por Almir.lima.54

"Não Olhe Para Cima": Análise do Filme - Leandro Quadros
“Sem muitas milongas, resolvi assistir este filme prá tranquilizar estes dias de realidade 2022, tanta coisas acontecendo com tantos desmandos do governo,lideranças politicas, imprensa manipulando tudo…..
A chamada prá assistir era sátira,me preparei prá rir,,besterol….e apesar do filme ser lento à cada cena o cérebro que estava preparado prá descansar, com o decorrer das falas dos personagens fui obrigado à Pensar mesmo sem querer …..e olha prá vc que não assistiu pode até não gostar porém ASSISTA .


Fará pensar se a história é ficção ou realidade e merece Debate??
Recebí muitos comentários de pessoas que odiaram o filme, porém, prefiro sua opinião…….e compartilho de opiniões diferentes de outros criticos…

.Não consigo asssistir super herois da Marvell , prefiro animaçao, porém realmente este filme despertou novamente a vontade de Assistir +++++ Cinema de Verdade….

Vale à pena preparar a pipoca e cuidado prá não engasgar durante, pois o assunto em muitos momentos é indigesto
Ignorar a mensagem deste filme dirigido por diretor Adam McKay, atores .que me parece veio prá favorecer idéias pré determinada(roteiro escrito antes da Pandemia) ,escutei até que é sobre o Brasil???
porém relata o Mundo de hoje ….


Não assista sómente pelo elenco Ariana Grande.  Leonardo DiCaprio ,Jennifer Lawrence , Meryl Streep
NÃO OLHE PARA CIMA ,entenderá que estas estrelas personagens só serviram de Isca para a Meditação profunda pelos fatos que estão
Acontecendo…..Será???? ainda não te convencí então ASSISTA&COMPARTILHE&opine #prontofalei

……ASSISTA&COMPARTILHE”

Ei Nerd
opinião livre,mas vale conferir
Pode ser uma imagem de 3 pessoas, óculos e texto que diz "Os personagens pedem que todos olhem para cima e vejam o perigo a caminho. Então, a frase "não olhe para cima" se torna uma campanha para encobrir a verdade."
As 7 Lições do Filme “Não Olhe Para Cima”
#1 – Deus protege o planeta Terra
É provável que alguém esteja pensando: “de onde você tirou isso do filme, se ao final o mundo é destruído pelo grande cometa?”
Deixando de lado o final catastrófico do mundo retratado por “Não Olhe Para Cima”, extraí essa lição do filme porque ele me relembrou de que a posição do planeta Júpiter em nossa órbita é estratégica para a proteção da Terra contra esse tipo de colisão.
Norman Geilser, um dos autores do livro Não Tenho Fé Suficiente Para Ser Ateu, explica:
“Se Júpiter não estivesse em sua rota atual, a Terra seria bombardeada com material espacial. O campo gravitacional de Júpiter age como um aspirador de pó cósmico, atraindo asteroides e cometas que, de outra maneira, atingiriam a Terra”.[1]
Isso se chama constante (ou princípio) antrópica. A palavra “antrópica(o)” vem do grego “anthropos”, e significa “ser humano”. Portanto, um princípio ou constante antrópica (há mais de 100 desses princípios) nos revela que nosso planeta foi preparado para que fosse possível existir vida humana nele (bem com outras formas de vida).
O filme me faz lembrar que o Criador colocou Júpiter com sua força gravitacional no lugar exato, para que aspirasse o “lixo cósmico” que poderia cair todos os dias em nosso mundo. Se não fosse isso, nosso mundo já teria deixado de existir há muito tempo.
Por isso, o profeta Isaías nos convida a Olharmos Para Cima, a fim de percebermos que existe um Deus Criador e Mantenedor de todo o universo:
“Levantai ao alto os olhos e vede. Quem criou estas coisas? Aquele que faz sair o seu exército de estrelas, todas bem-contadas, as quais ele chama pelo nome; por ser ele grande em força e forte em poder, nem uma só vem a faltar” (Is 40:26). Grifo acrescido.
Desse modo, Olhe Para Cima e reflita: Quem colocou Júpiter em um lugar estratégico para proteger nosso planeta? Para mim, apenas isso já torna o ateísmo injustificável. Todavia, saiba que se você for um cético, tem meu profundo respeito.
#2 – Haverá um fim do mundo
A Bíblia nos ensina que o mundo acabará, mas não da forma como muitos imaginam. Veja:
“Ora, os céus que agora existem e a terra, pela mesma palavra, têm sido entesourados para fogo, estando reservados para o Dia do Juízo e destruição dos homens ímpios.” (2 Pe 3:7).
“Virá, entretanto, como ladrão, o Dia do Senhor, no qual os céus passarão com estrepitoso estrondo, e os elementos se desfarão abrasados; também a terra e as obras que nela existem serão atingidas” (2Pe 3:10. Veja também 2Pe 3:12)
Deus não destruirá o planeta por meio de um cometa, mas através do fogo. O objetivo será eliminar os ímpios e aqueles que não aceitaram o pagamento da dívida feito por Cristo na cruz, por nossos pecados (cf. Rm 6:23).
E quando isso acontecerá? Na segunda vinda de Cristo (veja 2 Pedro 3:10, acima), que é descrita de uma maneira apavorante para aqueles que não creram. Será um evento glorioso e também aterrador, para os que estiverem indiferentes e para os que desprezaram as evidências da existência de Deus, bem como os sinais da volta de Cristo apresentados nas Escrituras:
“… as estrelas do céu caíram pela terra, como a figueira, quando abalada por vento forte, deixa cair os seus figos verdes, e o céu recolheu-se como um pergaminho quando se enrola. Então, todos os montes e ilhas foram movidos do seu lugar. Os reis da terra, os grandes, os comandantes, os ricos, os poderosos e todo escravo e todo livre se esconderam nas cavernas e nos penhascos dos montes e disseram aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós e escondei-nos da face daquele que se assenta no trono e da ira do Cordeiro, porque chegou o grande Dia da ira deles; e quem é que pode suster-se?” (Ap 6:13-17)
Um Novo Tempo
Entretanto, o fim do mundo contaminado pelo mal e pelo pecado será o início de um novo mundo. O início de um Novo Tempo. Jesus nos levará para o Paraíso (Jo 14:1-3; 1Ts 4:16-17) e após um período de 1000 anos no Céu (compare Jo 14:1-3 e Apocalipse 20), a Cidade Santa de Deus descerá até nosso planeta (Ap 21:1-3), então recriado por DeusCom isso, viveremos na Terra nas mesmas condições edênicas que Adão e Eva vieram antes do pecado:
“Nós, porém, segundo a sua promessa, esperamos novos céus e nova terra, nos quais habita justiça”. (2 Pe 3:13)
“Vi novo céu e nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. Vi também a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, da parte de Deus, ataviada como noiva adornada para o seu esposo… E aquele que está assentado no trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E acrescentou: Escreve, porque estas palavras são fiéis e verdadeiras” (Ap 21:1-2, 5)
Sendo assim, repito: o fim do mundo será o final da maldade dos ímpios, o término da impiedade, injustiça e pecado[2]. Nosso planeta será recriado, “substituído” por “novos céus e nova terra, nos quais habita justiça”. (2 Pe 3:13)
Por isso, leitor(a):
“Visto que todas essas coisas hão de ser assim desfeitas, deveis ser tais como os que vivem em santo procedimento e piedade, esperando e apressando a vinda do Dia de Deus, por causa do qual os céus, incendiados, serão desfeitos, e os elementos abrasados se derreterão… Por essa razão, pois, amados, esperando estas coisas, empenhai-vos por serdes achados por ele em paz, sem mácula e irrepreensíveis, e tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor (2Pe 3:11-12; 14-15, primeira parte).
Esse é o estilo de vida que devemos adotar e desenvolver ao longo de nossa jornada cristã. Afinal, é desse modo que estaremos preparados para esse grande evento (cf. Mateus 21:33-46; Hb 12:14).
#3 – As pessoas estarão indiferentes em relação ao fim do mundo
Assim como no filme “Não Olhe Para Cima”, pouco antes da volta de Jesus e do fim do mundo, as pessoas estarão indiferentes em relação às profecias bíblicas.
Jesus Cristo comparou a indiferença da humanidade nos últimos dias com a indiferença dos antediluvianos:
“Pois assim como foi nos dias de Noé, também será a vinda do Filho do Homem. Porquanto, assim como nos dias anteriores ao dilúvio comiam e bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, senão quando veio o dilúvio e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do Homem”. (Mt 24:37-39)
“Contudo, quando vier o Filho do Homem, achará, porventura, fé na terra?” (Lc 18:8, segunda parte)
Além disso, a Bíblia profetiza que uma minoria, chamada de “remanescente” (Ap 12:17; 14:12), pregará o evangelho para uma maioria (Mt 24:14; Ap 14:6-12). Infelizmente, boa parte dessas pessoas não crerá na mensagem:
“… tendo em conta, antes de tudo, que, nos últimos dias, virão escarnecedores com os seus escárnios, andando segundo as próprias paixões e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? Porque, desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação”. (2 Pe 3:3-4)
Tais pessoas não terão desculpas porque, além de o Espírito Santo trabalhar na mente delas para que aceitem Jesus como Salvador (Jo 16:8-14), a Bíblia responde de forma categórica ao argumento de que “o mundo é o mesmo e sempre o será” e que, portanto, “Jesus não voltará e não cairá fogo do céu”:
“Porque, deliberadamente, esquecem que, de longo tempo, houve céus bem como terra, a qual surgiu da água e através da água pela palavra de Deus, pela qual veio a perecer o mundo daquele tempo, afogado em água. Ora, os céus que agora existem e a terra, pela mesma palavra, têm sido entesourados para fogo, estando reservados para o Dia do Juízo e destruição dos homens ímpios” (2Pe 3:5-7).
Jesus não quer que sejamos pegos de surpresa. Foi por isso que, quando perguntado sobre o final dos tempos (Mt 24:3), Ele deu aos Seus seguidores uma relação de sinais, que são avisos de que Sua volta está próxima (leia todo o capítulo 24 de Mateus, e estude a profecia de Daniel 2).
#4 – Um dia, todos terão de olhar para cima e encarar o Criador
“Não Olhe Para Cima” me faz lembrar que, sejam cristãos, ateus, agnósticos, muçulmanos, judeus, budistas, hinduístas, espíritas, (etc.), todos terão de olhar para cima e encarar o Criador (Mateus 25:31-46). Vai depender da decisão de cada um se ao Cristo voltar a pessoa estará alegre (por estar preparada), ou desesperada (por estar despreparada):
– Os preparados reagirão assim: “Aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus” (Tt 2:13; cf. Is 25:9).
– Já os despreparados reagirão dessa maneira:  “Os reis da terra, os grandes, os comandantes, os ricos, os poderosos e todo escravo e todo livre se esconderam nas cavernas e nos penhascos dos montes e disseram aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós e escondei-nos da face daquele que se assenta no trono e da ira do Cordeiro, porque chegou o grande Dia da ira deles; e quem é que pode suster-se?” (Ap 6:15-17).
Pense por um instante: se Jesus veio pela primeira vez – e isso é um fato histórico – por que não viria pela segunda vez, sendo que prometeu e jamais mentiu?
Vejo lógica no fato de que a primeira vinda de Cristo é a garantia de Sua segunda vinda. Desse modo, não há razão para Ele não voltar e concluir Sua obra redentora.
Por isso, creia. E decida fazer parte do grupo que estará preparado e aguardando com boa expectativa o retorno do Salvador.
#5 – A ganância humana não tem limites
Num momento do filme “Não Olhe Para Cima”, foi decidido que o enorme cometa não seria totalmente destruído no espaço antes de chegar à Terra. Ao invés disso, ele seria partido em vários pedaços que cairiam no oceano, pois os minerais contidos no mesmo equivaliam a trilhões de dólares.
Ou seja: a então presidenta dos EUA, juntamente com um grande empresário de tecnologia, preferiram colocar todo o planeta em risco por causa do dinheiro.
A Bíblia diz que nos últimos tempos, os seres humanos serão gananciosos e terão outras características horrorosas. Veja como a Escritura é precisa:
“Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, pois os homens serão egoístasavarentosjactanciosos [vaidosos, orgulhosos, arrogantes], arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus, tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder. Foge também destes.” (2Tm 3:1-5)
Não é exatamente esse o retrato da humanidade? Isso não lhe diz algo sobre a brevidade do retorno de Jesus Cristo e do fim do mundo?
#6 – No fim das contas, Fé, Oração e a Família é o que valem
Enquanto o cometa estava quase caindo sobre a Terra, um dos astronautas de “Não Olhe Para Cima” decide voltar para sua família, e jantar com ela na companhia dos amigos.
Num dado momento, o astrônomo reconhece que sua família não é tão religiosa para agradecer pelo alimento. Porém, um jovem rebelde que havia sido evangélico, se dispõe a orar e todos (até mesmo a astrônoma que dava indícios de não crer em Deus), acharam linda aquela oração, feita de mãos dadas.
Com isso, podemos aprender que a família unida ao redor da mesa, ou na companhia de bons amigos, será cada vez mais fortalecida para encarar as dificuldades da vida, e preparar-se para a volta de Cristo. Além disso, a oração pode dar esperança em meio a qualquer tipo de crise, mesmo que seu mundo esteja acabando.
Portanto, tenha fé em Deus, cuide de sua família, preserve suas amizades e seja uma pessoa de oração (Mateus 6:5-15; Rm 12:12; 1Ts 5:17).
Não se esqueça de frequentar a igreja, o corpo espiritual de Cristo (1Co 12) no qual você, como membro, se desenvolverá ainda mais. Afinal, a Bíblia nos adverte: “Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima.” (Hb 10:25).
#7 – Precisamos olhar para cima
Como já vimos, Jesus nos deixou sinais de Sua volta. Todavia, Ele também nos deu conselhos:
“Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem… Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor… Por isso, estai vós apercebidos também; porque o Filho do homem há de vir à hora em que não penseis” (Mt 24:27, 42, 44).
Em “Não Olhe Para Cima” ocorreu uma polarização entre dois grupos: aqueles que diziam para as pessoas não olharem para cima (líderes políticos), e outros que diziam para as pessoas olharem para cima (cientistas astrônomos).
Nosso mundo também está polarizado. Ele nos convida a “olharmos para baixo”, ao invés de olharmos para cima e pensarmos mais “nas coisas lá do alto, não nas que são aqui da terra” (Cl 3:2).
Ao mesmo tempo, em nossa sociedade somos convidados a olhar para ideologias sem importância alguma do ponto de vista bíblico; para notícias antiéticas e sem valor para nossa saúde mental. Ou seja: não somos motivados a olhar para Jesus, “o Autor e Consumador da fé” (Hb 12:2).
Jesus nos convida a “Olharmos Para Cima”, pois Ele voltará:
“Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até quantos o traspassaram. E todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Certamente. Amém!” (Ap 1:7).
Você aceitará as tendências humanas ou o conselho de Jesus?
Portanto, alimente sua fé em Deus e na Bíblia, ore e tenha uma atitude mental positiva, para viver da melhor forma possível enquanto aguarda seu encontro com o Criador.
Afinal, ainda há tempo. O mundo ainda não acabou.
Além disso, você está vivo(a) para aproveitar as chances que Deus continuará lhe dando. Esse é um grande motivo para cultivar a gratidão, deixando de lado ideais humanos utópicos, bem como todo vitimismo.
Referências
[1] Norman Geisler e Frank Turek, Não tenho fé suficiente para ser ateu (São Paulo: Vida, 2006), p. 107. Grifos acrescidos.
[2] Apocalipse 21:4 promete: “E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram” .Leandro Quadros

Assista estas criticas que selecionei…..mas mande sua opinião…

https://www.youtube.com/watch?v=3SgFC9hoTQc Assista critica NÃO OLHE PARA CIMA: A LINGUAGEM SILENCIOSA DO FILME | Não Minta Para Mim Não Minta Pra Mim

Sessão Nerd


https://www.youtube.com/watch?v=xLr6eT6utPE
Assista este posiocionamento…….. O que não entendemos????

ANÁLISE DO FILME “NÃO OLHE PARA CIMA” por Rodrigo Silva

Créditos: Debate está aberto….

Leandro Quadros

Sessão Nerd

Rodrigo Silva Arqueologia


Não Minta Pra Mim


Henry Bugalho

Estréia “Mostra-me o PAI” #Indico – Cinema Final de Ano

Pode ser uma imagem de 9 pessoas e texto que diz "OS DOS CRIADORES DE QUARTO DE GUERRA CORAJOSOS IRMÃOS KENDRICK APRESENTAM MOSTRA- ΠEO TODOS TEMOS UMA HISTÓRIA PATERNA QUE CONTINUA SENDO ESCRITA 2DE DEZEMBRO NOS CINEMAS AFFIRM VEIOUN"
MOSTRA-ME O PAI – O Coração do Filme – 02 de dezembro nos cinemas

Novo filme dos irmãos Kendrick, que chega aos cinemas nesta quinta-feira (02/12)

Convoque seus familiares e amigos e vamos lotar as sessões neste primeiro fim de semana para que o filme fique mais tempo no ar

Referência no mercado cinematográfico cristão, a 360 WayUp está completando 5 anos de existência em 2020. A empresa que nasceu em 2015 trabalhou em campanhas de grandes filmes cristãos no decorrer dos anos e revolucionou o mercado cinematográfico gospel alavancando produções com princípios cristãos no país.

Em seu primeiro ano, a 360 WayUp coordenou os lançamentos dos filmes “Você Acredita” que teve trilha sonora do cantor Leonardo Gonçalves e do filme “Quarto de Guerra”, produzido e dirigido pelos irmãos Kendrick. Os dois lançamentos geraram repercussão nacional e, juntos, somaram quase um milhão de espectadores nos cinemas do Brasil.

E hoje após divulgação e exibição ” DEUS não está morto 3″, chegamos ao final de ano com mais este para assistir e debater neste final de Ano….02 dezembro 2021 MOSTRE-ME O PAI…depois me conta…

Assista o Trailler

#mostrameopai #paternidade #deuspai #cura #filmecristao #360wayup #irmaoskendrick #kendrick #quartodeguerra #maisquevencedores #corajosos

@360wayup @mm7comunica#deusnaoestamortooficial

#oprodutoroficial @almir.lima.54 #gratidao #tudoDEUS

‘FAÇA A COISA CERTA’, CLÁSSICO DO CINEMA DIRIGIDO POR SPIKE LEE, COMPLETA 31 ANOS,quem lembra??

MARCOS REZENDE

Publicado em 24 de jul de 2019

Resenha de Filmes: FAÇA A COISA CERTA
A história do filme é ambientada no Brooklyn, bairro negro de Nova York, e a tensão chega ao ápice quando um branco, proprietário de uma pizzaria local, decide não pendurar imagens de celebridades negras no restaurante.

O fato explorado por Spike Lee é que a clientela da pizzaria é negra e os brancos, além de se estabelecerem em um bairro negro, ganharem dinheiro da comunidade negra, ainda assim destratam a cultura e a história deles.

Além disso, o filme também vislumbra questões urgentíssimas como aquecimento global, a necessidade de empreendedorismo negro, brutalidade policial e pobreza no seio da comunidade negra. https://www.youtube.com/embed/esJoaLkMTH0?feature=oembedAbertura do filme com a música Fight the Power do Public Enemy

O filme é dedicado às famílias de Eleanor Bumpers, Michael Griffith, Arthur Miller, Edmund Perry, Yvonne Smallwood e Michael Stewart, seis negros que foram mortos nos anos que antecederam ao lançamento do filme Faça a Coisa Certa. Em uma entrevista à revista Rolling Stone, Spike Lee disse: “Eu queria que o filme acontecesse em um dia, que seria o dia mais quente do verão. E eu queria refletir o clima racial da cidade de Nova York naquela época. O dia ficaria mais e mais quente, e as coisas aumentariam até explodirem. Eu sou nova-iorquino, então sei que, quando a temperatura ultrapassa os 35 graus, a taxa de homicídios e os abusos domésticos aumentam – especialmente quando você pega aquela onda de calor que dura uma semana ou mais.”

O ultraje presente no filme, no entanto, é mais complicado do que um verão cruel ou um simples desejo de que rostos negros estejam na parede de um estabelecimento local.

Trailer Maravilhoso,quando rolava SOM ALTO….coração quase saia prá fora…

‘Faça a Coisa Certa’ encontra muitos personagens, em todos os lados, questionando suas obrigações morais e imaginando o que a coisa “certa” pode ser.

Apesar de estar em um bairro predominantemente preto, o resultado é um boicote parcial, uma morte nas mãos da polícia e uma revolta violenta que muda todos os moradores daquela vizinhança para sempre.

O enredo e os personagens de ‘Faça a Coisa Certa’ permanecem atuais. Cada personagem, envolto em seus próprios problemas e conflitos pessoais internos e externos. Todos os membros da comunidade de Bedstuy Brooklyn mostram algum nível de desdém e crenças estereotipadas de pessoas que não são da mesma raça ou origem cultural.

Mookie (Spike Lee) se esforça para assumir a responsabilidade por suas ações no trabalho e em casa. Vito (Richard Edson), Pino (John Turturro) e Sal (Danny Aiello) demonstram que o racismo não se apresenta apenas em capuzes brancos e insultos escandalosos. Da Mayor (Ossie Davis), cujo trauma passado criou um coração gentil, recusou-se a reconhecer e se reconciliar com um problema com o álcool.

O personagem cuja história ressoa mais, no entanto, é a Rádio Raheem (Bill Nunn), com suas roupas estilo Hil Hop Old School, tênis estilo basqueteira e o seu imenso rádio microsystem, que marcou época e fez sucesso no mundo inteiro. Raheem ainda usa um grande anel em cada uma das mãos, um com a palavra amor e o outro ódio. As duas ideologias lutam metaforicamente pela supremacia, pois Raheem luta para encontrar um equilíbrio entre elas.

“Uma mão está sempre lutando contra a outra mão, e a mão esquerda as vezes está batendo muito. Quero dizer, parece que a mão direita, Love, está acabada. Mas espere, pare as prensas, a mão direita está voltando. Sim, ele pegou a mão esquerda nas cordas, agora, isso mesmo. Oh! É um soco direto devastador e o ódio está ferido, ele está em baixo. Mão Esquerda Odeio derrotada por nocaute pelo Amor” diz Rádio Raheem diz em uma cena, explicando a Mookie o significado por trás de suas jóias.

No final do dia, após envolver a comunidade contra a proibição de personalidades negras no tal hall da fama, ocorre a tensão na Pizzaria do Sal. Rádio Raheem com seu som tocando no volume mais alto a música “Fight The Power”, do Public Enemy  (necessário um parênteses para o grupo Public Enemy e a música Fight the Power, que ajudou a reescrever a história musical da comunidade negra em âmbito global), confronta Sal sobre seus recentes comentários.

As tensões aumentam e Sal deixa escapar a palavra ‘nigger’ antes de pegar um taco de beisebol e destruir o rádio. Sal, orgulhosamente, exclama que ele “matou” o rádio da Rádio Raheem e o ato gera a onda de violência quando uma briga irrompe. Rádio Raheem, Buggin ‘Out, Sal, Vito, Pino e a equipe do bairro presenciando o incidente na rua. Da Mayor implorando para a luta terminar, as sirenes soam e a polícia chega, prendendo Buggin ‘Out e dando um poderoso mata-leão em Radio Raheem.

Todo o bairro grita para deixá-lo ir, até mesmo um policial colega diz “enough” (“basta”, “é o suficiente”), mas o policial continua a apertar o pescoço da Rádio Raheem até que seu corpo sem vida caia no chão.

Depois de perceber que o jovem foi assassinado, a vizinhança responde descontrolada. Mookie joga uma lata de lixo através da janela do Sal e o resto do bairro começa a destruir a propriedade.

Óbito - Morre ator Danny Aiello, dono da pizzaria de 'Faça a Coisa ...

Smiley coloca a pizzaria em chamas. Na sequência, ele adentra à pizzaria pegando fogo e coloca no “hall da fama” as imagens de Martin Luther King Jr. e Malcolm X, onde, anteriormente, retratos negros haviam sido negados.

Depois da violência, da perda de vidas e do trauma eterno, a resiliência do bairro é mais forte do que se imaginava. Uma possibilidade de reconstrução acontece. O ressurgir de um novo dia, de uma nova história.

Trailer veiculado naquela emissora, não passa o clima do filme…só prá registrar

Se ao acabar de ler esse artigo, você leitor, resolver assistir ao filme ‘Faça a Coisa Certa’ hoje, 30 anos depois, ao ver a forma como Rádio Raheem foi assassinado pelo estrangulamento policial, imediatamente isso vai te trazer à tona os sofreres e dores oriundos dos assassinatos reais dos 18 do Cabula na Bahia, de Pedro Tiago pelo segurança do supermercado Extra no Rio de Janeiro, de João Victor por seguranças do Habib’s em São Paulo, de Amarildo de Souza na Rocinha no Rio de Janeiro, ou de Sandra Bland, Oscar Grant, Eric Garner, Michael Brown, Tamir Rice nos Estados Unidos e tantas outras vidas dos negros perdidas nas mãos de policiais e agentes de segurança mundo afora.

A tensão racial que resulta em uma situação em que a polícia decide matar, em vez de apartar e desarmar e, a partir daí ocorrem os tumultos na comunidade, parece uma narrativa arrancada de um tweet recente ou manchete de notícias – e não o clímax de um filme de 1989.

Trinta anos depois, ‘Faça a Coisa Certa’ obriga os espectadores a examinar a sua própria consciência e, em última análise, enfrentar a sombria realidade da América e do racismo ao redor do mundo.

Spike Lee fechou o filme com duas citações conflitantes, uma de Martin Luther King Jr. e a outra de Malcolm X. Os ideais compartilhados pelos dois líderes do histórico movimento por direitos civis são frequentemente lançados em batalhas entre si por ativistas. Os dois tinham o mesmo objetivo, mas faziam seus percursos de maneira bem diferentes.

No entanto, seja escolhendo atos de protesto pacífico ou um tumulto, a coisa certa nos ensina que, em uma sociedade injusta, todos devem escolher fazer alguma coisa. 30 anos depois, tanto a história, o filme, como o cotidiano de violência mas também de resistência, continuam vivos e pulsantes.

Essa Semana Spike Lee fez uma série de atividades no Brooklyn para demonstrar isso. Vejam a galeria de fotos da comemoração:

Veja as fotos desta galeria https://midia4p.cartacapital.com.br/faca-a-coisa-certa-classico-do-cinema-dirigido-por-spike-lee-completa-30-anos-relembre-o-roteiro-tao-atual-sobre-racismo/

Créditos pela excelente matéria escrita pelo Marcos Rezende https://midia4p.cartacapital.com.br/



#AgendaMarque #HipHop #Reggae #Rock #Teatro #FeiradasNacoesnoJaragua #FestivalInternacionalCinema /Dezembro 2019 #indico

A imagem pode conter: texto
#ReggaeSpirit-Última Regueira Roots 2019- Nengo Vieira,Tribo de Louvor e Rhemazion #pedrada #Reggae #Indico #Imperdivel- Entrada 1 kg de Alimento ++ info https://oprodutoroficial.wordpress.com/2019/11/21/a-ultima-regueira-roots-2019-nengo-vieiratribo-de-louvor-e-rhemazion-pedrada-reggae-indico-imperdivel-entrada-1-kg-de-alimento/
O Natal do Bem ocorre no dia 07/12, das 12h as 18hs, na Rua Amador Aguiar, esquina com Avenida Affonso José Fioravanti. Os convidados do dia são: Ministério 1 Som, Alma Livre e DJ Batata. Haverá atividades e diversão para toda família: brinquedos infláveis, trampolim, pirâmide de escalada, surf machine, dardo inflável, corrida de obstáculo, cama elástica e piscina de bolinha. Também terá barracas de doces, bebidas, cachorro quente, batata frita, churrasco, pastel e sorvete com preços acessíveis. Além de distribuição de brinquedos para as crianças. #jesus #natal #nataldobem #AlmaLivre #Reggae #Borarua boladenevejaragua #boladeneveoficial
A imagem pode conter: texto
#Osasco Regueira Imperdível Será 07.12 (Sábado) à partir das 19h. Av. Autonomistas, 4887 – em frente Estação de Trem Km 18
A imagem pode conter: texto e atividades ao ar livre
Vai rolar no último SONG do ano!!! vai ser muito louco!!!! cola com a gente!!! ♩ Life Talk Ana Rock(Palankin) Avisa todo mundo… #Imperdível
#SongMinistry #Song
A imagem pode conter: 1 pessoa, texto
#DrogasNao #NV 6º Aniversário do Ministério Nova Vida Cotia
Dia 07/12/2019 à partir das 20h
Apresentação da peça CASA, da Cia de Artes Nissi (Jeová Nissi)
Ingressos R$ 5,00 + 1Kg de Alimento (não perecível)
VAGAS LIMITADAS

“Casa”
Um longo caminho… Uma vida cheia de encontros e desencontros. A cada passo, nosso personagem principal vai acumulando histórias. Mas, chegou a hora de parar. Um LAR foi encontrado e é o momento de esvaziar as bagagens. No meio deste ponto final, uma visita inesperada bate à porta. Abrir seria arriscado?

Prepare-se para sentir fortes emoções e enfim, descobrir a verdade dentro desta CASA.
A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas sorrindo, texto
VII FICC tem o melhor pra vc!
Mais de 50 temas de palestras, painéis, fórum e oficinas.

Acesse o site, veja a programação completa e se inscreva https://
festivaldecinemaficc.com/
ficc-market


Se inscreva!! A entrada é 1kg de alimento não perecível, um filme ou um livro.

Siga as mídias sociais do FICC:
@festivaldecinemaficc @veronicabrendler_oficial
@danielbrunet8 @ananobrega @brumfernanda @aramiro_oficial @eddiewallace12 @eduardo_custodio @ericapaes5 @marinaracosta #boraavancar #tudoDEUS
https://www.facebook.com/
FestivaldeCinemaFICC/

#FICC #FestivaldeCinemaFICC #FICCparaTODOS #SececRJ #GovRJ #VivaCultura #AgendaCulturalBrasil #cinemaquefomentavalores #veronicabrendler

Arte: https://www.instagram.com/
achougospel/

Nenhuma descrição de foto disponível.
FICC promove AÇÕES HUMANITÁRIAS! 
A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas sorrindo, texto
Satisfação em poder publicar o Pré lançamento desse Parceiro de Longa data Johnny MC (Posse Mente Zulu) e Convidados, nesta Sexta apartir das 21hs no Espaço Nova América no Jd. São Luis na Zona Sul de SP! #Indico
Nenhuma descrição de foto disponível.
Vem aí o “2º Dia do Bem – Julio Prestes” na Cracolândia neste ano! Veja Cartaz e Croqui do evento!
https://www.redesocialdocentro.com.br/
A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e texto
Próximo Sábado 30 de Novembro tem Alma Livre no Palco do DIA DO BEM Praça Júlio Prestes em São Paulo #acaosocial #açãosocial #diadobem #almalivrebanda @redesocialdocentro 
A imagem pode conter: Lyndo Oliveira, texto
Show Talent é a mais nova produção teatral do cantor e professor Lyndo Oliveira. Nesse espetáculo ele traz um elenco de alunos que vai de crianças e adolescentes que fazem parte das suas oficinas artísticas, além de participações de músicos e dançarinos de alto nível. No Show, Lyndo canta clássicos da MPB, musicais e gospel, e seus alunos super talentosos passeiam por diversas músicas e estilos em momentos emocionantes. Canto, dança e interpretação faz do Show Talent um grande espetáculo.
Temporada
Estreia dia 1 de Dezembro (domingo). até 8 de Dezembro
Domingos, às 15h e às 17h. (Dia 8 apenas às 15h)
Direção / Elenco
Produção Executiva e Direção: Lyndo Oliveira. Elenco: Lyndo Oliveira, Amanda Moreira, Vicente Henrique, Laís Fachini, Lauanda Castro, Isabella Cavalcanti, Iza Muziz, Roberta Teixeira, Leticia Paes, Rayssa Santos, Gabriel Augusto, Nauê Santos, Bianca Duarte, Ana Laura, Sophia Urzetta, Rodrigo Mourão, Vitor Felippim, Euziane Oliveira, Fernanda Crocce, Felipe Freire, David Roberto entre outros.
Teatro Shopping West Plaza – Sala Laura Cardoso

Coringa- O Filme – 23 detalhes que vc nem percebeu #Confira

Gosta de cinema???Já vou te avisando, que não precisa concordar com tudo que escrevo aqui, mas vejo a qualidade deste filme mostrando personagem sem as fanfarrices destes SUPER HERÓIS(coloridos,fortões,malhados) com efeitos e dá lhe efeitos,filmes que terminam e vc sai sem nem saber por que entrou….

Coringa vai te chacoalhar e te fazer pensar comendo aquele Burg King,esfilhas após a sessão. Ainda me pego retrucando pela ficção???

O filme CUTUCA principalmente pessoas que interagem e dependem com o Social,politico e os meios de comunicação todos manipuláveis com criação de muitos stand ups que ridicularizam diariamente, menosprezando o intimo das pessoas de verdade, atrás de IBOPE e bilheteria(tem gente que paga prá ser escrachado como PAGANTES em teatros,e não é barato a entrada)

Coringa( DireçãoTodd Phillips ) vale à pena ser discutido claro que é de Hollywood porém como foi com Cidade de Deus do diretor Fernando Meirelles, Tropa de Elite de José Padilha mostra claramente o individuo e não o super herói e principalmente a falta de DEUS que não é ficção, é uma realidade que estamos vivendo nos dias de HOJE voce concordando ou não deduções para se colocar em prática o que tem que ser mudado ou não??

Filme que assistirei quantas vezes veicular agora no cinema e depois na Tvs sempre querendo descobrir +++

Compartilho este vídeo Sessão Nerd porém é Spoiler…..Se não assistiu o filme…..ASSISTA antes……NÃO QUERO ESTRAGAR SUA REFLEXÃO #ProntoFalei

.

Gostei por isso compartilho este conteúdo do excelente Sessão Nerd ,segue eles são de responsa.

Resultado de imagem para Coringa


FLÁVIO CORDEIRO *, flavio@flaviocordeiro.com.br

Assisti Coringa neste final de semana. Há tempos não saía de uma sala de cinema tão incomodado. Creio ser essa uma das funções principais da arte: incomodar para acordar. O mecanismo dos pesadelos é, mais ou menos, o mesmo. O pesadelo nos faz despertar incomodados por uma questão que precisa ser encarada ou, do contrário, permanecerá nos assombrando noites a fio. A arte, por vezes, com beleza e emoção, incomoda pelo mesmo motivo: nos apresenta um tema indigesto com o qual, como sociedade, precisamos lidar. Coringa é certamente indigesto.

Coringa não fala de um louco; fala do processo de enlouquecimento que uma sociedade insana é capaz de produzir através do massacre cotidiano que impõe aos seus membros mais fragilizados. Portanto, fala de todos nós.

Curiosamente, no sábado pela manhã, antes de decidir comprar ingressos para o filme, reli, meio ao acaso, “A Política da Experiência”, de Ronald Laing, psiquiatra escocês que já citei num recente artigo AQUI. Este livro pode ser lido como uma espécie de making of do Coringa. Diz Laing, escrevendo em 1967: “Na Grã-Bretanha, no momento, existem cerca de 60.000 homens e mulheres internados em manicômios. Uma criança nascida hoje na Grã-Bretanha tem dez vezes mais oportunidades de ingressar num manicômio que numa universidade. Isso pode ser considerado um sinal de que estamos enlouquecendo nossos filhos com muito mais eficácia do que os estamos educando. Talvez seja nossa própria maneira de educá-los que os enlouqueça”. Enquanto assistia a dança do Coringa no cinema, essas palavras martelavam na minha cabeça, e eu me peguei pensando: quantos Coringas foram construídos nessas cinco décadas que separam os escritos de Laing dos dias atuais?

Enquanto a medicina e a ciência continuam buscando uma suposta origem orgânica para a loucura, Laing nos confronta com uma importante questão: até que ponto a loucura é um produto social? Descaso, desprezo, abusos, humilhação, pobreza endêmica, exposição contínua à violência; esses são todos aspectos sociais envolvidos no processo do enlouquecimento. São todos produtos de Gotham City.

Jung, que foi psiquiatra no maior hospital psiquiátrico da Suíça, num tempo em que o psiquiatra residia com a sua família no hospital, afirma que se nos dermos ao trabalho de escutar com cuidado e atenção àquela pessoa que se encontra mentalmente adoecida, o discurso que parece absurdo, adquire subitamente um sentido. Ao descobrir um sentido no sem-sentido, há uma aproximação mais humana daquela pessoa que sofre dos mesmos problemas humanos que nós, e, segundo Jung “nem de longe é uma máquina cerebral em desordem”; assim, continua ele: “Passamos a reconhecer na loucura apenas uma reação inusitada a problemas emocionais que pertencem a todos nós”.

O que infere-se a partir da visão de Jung é que há um Coringa muito mais próximo de nós do que supomos ou gostaríamos de admitir, simplesmente porque, sendo humanos, estamos todos expostos ao ambiente potencialmente enlouquecedor das Gotham Cities que criamos. Não estou me atendo às explosões de violência do personagem no filme, mas sim ao fato de que a realidade social massacrante é capaz de tornar a vida tão insuportável a ponto de tragar a integridade psicológica do indivíduo.

O filme mostra um indivíduo que revida com violência as mesmas violências e humilhações que sofre repetidamente. Mas, na vida real, os loucos quase nunca revidam, eles adoecem; seu delírio é a forma que encontram para lidar com o absurdo do cenário inumado de Gotham City. São, ao contrário, as pessoas ditas “normais” que mais violentam e que dão aval para a violência institucionalizada.

O psiquiatra argentino Alfredo Moffatt afirma que em 30 anos de trabalho em oficinas terapêuticas, com pacientes esquizofrênicos, jamais testemunhou um episódio de violência. Diz ele: “Os loucos são boa gente, são pacíficos”, o mesmo não podendo dizer dos “normais”. Sobre os ditos “normais”, devolvo a palavra a Ronald Laing: “A pessoa ‘normalmente alienada’, em razão de agir mais ou menos como os demais, é considerada sã pois a sociedade valoriza altamente o homem normal. Homens normais mataram talvez 100.000.000 de seus semelhantes normais nos últimos cinquenta anos.”

Não se trata de glorificar a loucura, que é uma condição de sofrimento humano das mais graves, mas sim de relativizar a dita normalidade, dado que Gotham City e seus cidadãos “normais” produzem Coringas em série.

A agonizante transformação de Arthur Fleck em Coringa me fez lembrar de uma antiga frase do pensador indiano Jiddu Krishnamurti: “Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente”.

Enquanto o Coringa dança, Gotham City enlouquece.

* Psicólogo e Psicoterapeuta

Créditos

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é AGF-l7-XjrXd1zzbLYDc8Z2YUGgvqGtWcHxQBQu87A=s176-c-k-c0x00ffffff-no-rj-mo

FLÁVIO CORDEIRO *, flavio@flaviocordeiro.com.br

Resultado de imagem para Coringa
Estamos vivendo um mundo cheio de Coringas(mentiras,traições,solidão), chore mas ADMITA precisar de ajuda….#JCisOne

“Eu Acredito” 06/6(Quinta-Feira)CONFIRA os Cinemas. Leve a Família #Indico

Cinema- Grátis “Festival de Iacanga”com Gilberto Gil, Hermeto Pascoal, Paulinho Boca de Cantor, Alceu Valença, Egberto Gismonti, Sandra de Sá, João Gilberto,Kiko Tupinambá entre outros #Imperdivel

Nenhuma descrição de foto disponível.
Se voce acha que Festivais no Brasil sempre foram Rock in Rio,
.lollapaloozabr ,entre outros com produção e grana gringa,se enganou então aceite ….#CONVITE #AgendaMarque PRA QUEM GOSTA MESMO DE MUSICA DE VERDADE E SOBRE O MAIOR FESTIVAL DE TODOS OS TEMPOS, O QUAL EU TIVE A HONRA DE TOCAR AO LADO DE WALTER FRANCO, SERGIO HINDS, DINHO NASCIMENTO, CARNEIRO SANDALO ENTRE OUTROS !!!
VIVA IACANGA !!!
Walter Franco, Dinho Nascimento, Carneiro Sândalo, Sergio Hinds, Vera Velozo,
É com imenso prazer que convidamos vocês para a estreia do documentário musical ‘O Barato de Iacanga’ no Festival É Tudo Verdade em abril.
*A entrada é franca e a retirada gratuita dos ingressos será feita 1h antes da sessão na bilheteria do cinema. Reforçamos a importância de retirar os ingressos com uma hora de antecedência pois a sessão está sujeita à lotação.
O documentário musical O Barato de Iacanga resgata a saga do Festival de Águas Claras, o mais lendário evento ao ar livre dedicado à música brasileira. Com participações de Gilberto Gil, Hermeto Pascoal, Paulinho Boca de Cantor, Alceu Valença, Egberto Gismonti, Sandra de Sá, João Gilberto e muitos outros em raras imagens de arquivo.
Mais uma vez, agradecemos pelo apoio durante a produção e finalização do documentário.
Acompanhe as redes sociais do filme no @obaratodeiacanga
Esperamos vocês lá!


Sessão de estreia do documentário musical O Barato de Iacanga em São Paulo, no Sesc 24 de Maio. A retirada dos ingressos começa a partir das 19h e a exibição está marcada para as 20h. Entrada franca.

Sinopse:
Uma fazenda familiar no interior de São Paulo foi palco do mais lendário festival ao ar livre da música brasileira: o Festival de Águas Claras. Suas quatro edições, entre as décadas de 70 e 80, reuniram milhares de hippies e confundiram a ditadura. O evento contou com os mais importantes nomes da música na época, como Gilberto Gil, Hermeto Pascoal, Alceu Valença, Luiz Gonzaga, Sandra de Sá, Raul Seixas e João Gilberto. Produtores e artistas, apoiados por raras imagens de arquivo, conduzem esse documentário musical que revela a verdadeira história de ativismo político e cultural por trás do festival conhecido como o “Woodstock brasileiro”.

Sessão extra em São Paulo (14/04, IMS, 14h):
https://www.facebook.com/events/1253128344837640/

Estreia no Rio de Janeiro (13/04, IMS RIO, 20h):
https://www.facebook.com/events/2237503839822762/

Sessão extra no Rio de Janeiro (14/04, Estação Net Botafogo, 18h): https://www.facebook.com/events/1500671540064463/

Qual pergunta Voce Faria?? “Entrevista com Deus” estréia nos Cinemas 15/11/18 #Indico

A imagem pode conter: 2 pessoas, texto

15 de novembro chega aos cinemas brasileiros o filme “Entrevista com Deus”, que fala sobre as lutas diárias na jornada de fé.

O longa não aborda apenas a religião, mas também a busca pelo sentido da vida. Filme será distribuído no país pela Imagem Filmes.

Baseado em princípios bíblicos, uma das temáticas abordadas no longa é por que as pessoas precisam de salvação se Deus ama a todos.

“Nossa missão é produzir filmes que entretenham e estimulem a conversa sobre a fé. O roteiro fez isso! Eu ficava me perguntando: ‘Que perguntas eu faria a Deus?’”, contou o co-produtor, Harrison Powell.

A trama narra a história de Paul (Brenton Thwaites), que é jornalista, e passa por momentos difíceis em sua vida ao cobrir a guerra do Afeganistão, que rendeu a ele efeitos colaterais em sua vida com as quais não conseguia lidar. Todo esse esforço acaba lhe custando muito mais do que ele poderia ter calculado. Ao voltar para casa, Paul precisa conseguir lidar com a falta de esperança que o assola e com um casamento prestes a ruir.

Sem saber o que fazer, Paul se vê diante do maior desafio da sua vida profissional: uma entrevista com um homem misterioso que diz ser Deus (David Strathairn). Ao conversar com ele por três dias consecutivos, milhares de questionamentos e respostas surgem, fazendo com que tudo que Paul acredite entre em conflito.

O filme foi exibido nos cinemas dos Estados Unidos em agosto. Em entrevista ao The Christian Post, o ator Hill Harper, que integra o elenco, afirmou que o longa chega no momento certo.

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

“Eu acho que estamos em um tempo e lugar no mundo onde realmente temos que pensar sobre o nosso relacionamento com Deus, porque há muitas coisas desafiadoras nos encontrando aqui na Terra. Acho que muitos de nós queremos encontrar caminhos diferentes e acho que usar o caminho do entretenimento para introduzir esses tipos de conversas é uma das formas mais eficazes“, declarou.

Sábado Skate&Batalha do Intime em Osasco, Regueira CCJ- Cachoeirinha Grátis CCJ e Cinema “Paulo Apóstolo de Cristo” #Imperdivel 05/05 à 10/5/18 #programação #Indico

Minha indicação para esta semana fica com Skate,batalha,reggae e cinema…boa diversão e #DEUSCONOSCO  #oprodutor @siteoprodutor #prontofalei

Sabadão em Osasco à partir das 11 às 18h – Rolezão  #Imperdivel

Intime Rolezão: evento reúne campeonato de skate, música, arte e cultura urbana em Osasco

O Intime Rolezão chega a Osasco como uma alternativa para quem aprecia cultura urbana, a arte, música e os esportes radicais. Idealizado pelo projeto Intime Culture, o evento acontece no dia 5 de maio, das 11h às 18h, na pista de skate do bairro Bela Vista, zona sul da cidade.

A programação gratuita conta com atrações para todos os estilos: como campeonato skate e a presença confirmada do skatista profissional Marcio Tarobinha. Enquanto isso, as apresentações dos grupos de rap com o 8:31, FP Gang e Menoclan e as famosas batalhas de mc’s lidera a lineup do evento, ao lado das bandas de rock e reggae independentes SedriC e No Make No Mistake. O evento também trará grafite, exposição de carros tunados e muito mais.

A entrada é 2kg de alimento não perecível.

Sobre o Intime Culture
O Intime surgiu com o objetivo de gerir e idealizar eventos que unem cultura alternativa e esportes de ação, como skate, surf entre outros. Hoje, os eventos integram o esporte com uma grande diversidade de arte que envolve a alma desse estilo de vida: música, dança, graffiti, fotografia. Curtam a nossa fanpage oficial: https://www.facebook.com/intimeculture.

 

 

Regueira do Alma Livre Grátis na Cachoeirinha

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, texto

Neste Sábado 05/Maio as 20H no CCJ – Centro Cultural da Juventude acontece o Show do Projeto Reggando Vidas com a banda Alma Livre. Projeto que tem rodado a cidade e agora chega também ao CCJ. Gratuito

Descrição do Projeto: Elaborado pela própria banda o projeto “REGGANDO VIDAS” tem como objetivo fortalecer a cena reggae na cidade de São Paulo, principalmente despertar nas pessoas a consciência de que podemos e devemos contribuir para um mundo melhor, buscando as mudanças em nós mesmos. Oferecendo um espetáculo musical de qualidade, agradável, educativo e motivador para todas as idades – combinação rítmica e melódica do reggae produz uma inexplicável sensação de bem-estar, paz e alegria, resgatando no íntimo de cada um o verdadeiro valor da vida.
“Pra gente é importante disseminar e divulgar a linguagem reggae, para que as pessoas possam ter acesso a ela sem medos, preconceitos, por que reggae é esperança, amor, é, principalmente, cultura de paz”, afirma Naldinho, tecladista e produtor executivo da banda. A classificação dos shows é livre.
Assista ao vídeo que abre todos os shows deste projeto:https://www.facebook.com/Alma.Livre.banda/videos/1437008313019689/

+ Alma Livre

Com elogios da mídia nacional e estrangeira, prêmios da indústria da música, shows pelo Brasil, Argentina, Uruguai e Portugal, e ainda composições de primeira, a banda Alma Livre criada no ano de 2006 em São Paulo, é a nova cara do reggae brasileiro. Os músicos Alves, Naldinho, Chico, Paulo, Sabiá e Kleberson, bebem de fontes do jazz e soul para temperar o reggae com mais gingado e groove, tudo envolto em temas sociais, de amor e espiritualidade, canções autorais cantadas em português, inglês e espanhol.
A banda lançou logo no primeiro ano de formação um trabalho demo que rendeu o troféu Os melhores do Reggae – 2006. Em 2010, o grupo gravou o segundo CD demo, El Amor Vencio, que rendeu um contrato com a produtora de Portugal – Ritmos e Temas Produções. A parceria proporcionou ainda abertura comercial na Europa, Ásia e África.
Em julho de 2013, disposta a conquistar também o mercado Latino Americano, a banda lançou o CD homônimo Alma Livre, com canções em português, inglês e espanhol. Totalmente autoral, o álbum navega pelos estilos que fizeram parte da história da banda e também por canções românticas.
A faixa 2 It’s a New Day mostra a versatilidade e intimidade de Alves com os idiomas inglês e espanhol, é uma saborosa surpresa no disco, um reggae rico de elementos que remetem aos grandes nomes do gênero. Jesus is with me “Escrevi essa música não por motivos religiosos”, conta Alves. “Mas pra falar dessa inversão dos pontos verdadeiramente importantes da vida de Cristo. Enfatizam a forma como Ele nasceu e morreu, mas se esquecem de como Ele viveu, seus exemplos seus ensinamentos. Decidi fazê-la em reggae porque o gênero traz naturalmente certa ligação espiritual sublime”, explica o músico.
Naldinho, tecladista da banda, conta sobre a relação dos músicos com o trabalho. “O reggae é um estilo que sempre nos cativou por ter nascido nos guetos, num cenário de miséria, violência e preconceito. Em poucos anos se espalhou pelo mundo levando sua força, carregando nações inteiras com seu suingue e seu grito de paz e liberdade.” Em maio de 2015 Alma Livre lançou o single Só A Luz Me Acalma gravado em São Paulo e masterizado na Holanda, com vídeo clipe na programação da Play TV e Canal Woohoo.
Álbum Deixe Brilhar
Depois de três turnês no Uruguai, uma em Portugal e outra na Argentina, mais de 100 shows pelo Brasil, parcerias com músicos internacionais, uma música lançada por uma gravadora estrangeira, dois demos, um CD independente e três vídeos clipes oficiais, Alma Livre assina contrato com a Gravadora Atração Fonográfica, parceria que lança a banda nacionalmente com o novo EP Deixe Brilhar.
O álbum conta com uma releitura autorizada de Paciência (faixa 01) um grande sucesso do Lenine, a faixa 02 O Preço da Paz, tem a participação especial do “AVR” Avaro Silva, conhecido rapper Uruguaio. Já a faixa 05, Absurdo, aborda com muita propriedade questões raciais e foi escolhida como tema de uma campanha contra o preconceito racial em São Paulo.
Em Março de 2018 o Alma Livre, lança o projeto “REGGANDO VIDAS” uma série de apresentações pela cidade de São Paulo, nos meses de Março à Maio, além de um workshop de bateria e percussão Reggae. Para acontecer o projeto contou com a parceria do Edital de Apoio à Criação Artística – Linguagem Reggae, da Secretaria Municipal de Cultura da cidade de São Paulo. O projeto “REGGANDO VIDAS” tem como objetivo fortalecer a cena reggae na cidade de São Paulo, principalmente despertar nas pessoas a consciência de que podemos e devemos contribuir para um mundo melhor, buscando as mudanças em nós mesmos. Oferecendo um espetáculo musical agradável, educativo e motivador para todas as idades – combinação rítmica e melódica do reggae produz uma inexplicável sensação de bem-estar, paz e alegria, resgatando no íntimo de cada um o verdadeiro valor da vida.
“Pra gente é importante disseminar e divulgar a linguagem reggae, para que as pessoas possam ter acesso a ela sem medos, preconceitos, por que reggae é esperança, amor, é, principalmente, cultura de paz” Alma Livre
“Da luz a alma, da alma o som, do som a liberdade!”

Nos cinemas, PAULO, APÓSTOLO DE CRISTO   #Imperdivel

Imagem relacionada

No cinema  Lucas (Jim Caviezel) arrisca a vida para viajar até Roma e visitar Paulo (James Faulkner), que está preso à espera da execução. Na época, os cristãos estavam sendo brutalmente perseguidos pelo imperador Nero. O filme mostra a tenacidade de Paulo, que, mesmo na prisão, continua evangelizando mediante as epístolas que escreve para as comunidades cristãs, bem como os desafios de São Lucas para proclamar o Evangelho. Elenco: James Faulkner, Joanne Whalley, Jim Caviezel Lançamento: 3 de maio Título original: Paul, Apostlr of Chist

Bom final de semana prá todos….e boa diversão….. #oprodutor #borarua #boraavancar #JCisOne

%d blogueiros gostam disto: