Arquivo da categoria: Alzheimeir Conheça

Alzheimer – Faça parte deste Grupo “Cuida de Mim”!! Compartilhe&trocas experiencias

Grupo de cuidadores ou portadores de Alzheimer e outras demências que queiram trocar experiências, sugestões, fazer amigos, desabafar e pedir ajuda aos amigos do grupo.
Aqui existem muitos profissionais, que podem trocar informações e ajudar os cuidadores com informações de fontes de pesquisa confiáveis.

Alzheimer – Faça parte deste Grupo Cuida de Mim!! Compartilhe&trocas experiencias

Inscreva-Já https://www.facebook.com/groups/2117077458331276

2ºMutirão de Capacitação e Apoio ao Cuidador de Alzheimer – em setembro

” Jurei prá mim mesmo que após falecimento do meu pai, que por ++ 15 anos fez tratamento Alzheimer qual pude presenciar a deficiencia de falta de informações de cuidados principalmente com os Cuidadores(lutadores solitários,muito abandonados pela família)....

Pagam um preço com depressão, cirurgias, afastamento do mercado de trabalho e principalmente falta de conhecimento.

Juntando forças e ideiasi com a Miriam Morata que divinamente coordenou entidades,palestrantes, pude ver o SORRISO no final deste Sábado 02/02/19 após a maratona 10 horas pelo publico neste 1ºMutirão Alzheimer para Cuidadores.Confira as fotos ….Que venha ++++ nos ajude,compartilhe e opine para o 2º Mutirão previsto para o segundo semestre 2019.” @siteoprodutor #prontofalei

DEUS obrigado por + este Mutirão,abençoe todos envolvidos” #Pronto/falei

A imagem pode conter: texto
Sábado, 21 de setembro de 2019 de 09:00 a 17:00

Centro Formador Cruz Vermelha SP – Av. 11 de Junho, 1337 – Vila Clementino, São Paulo – SP, 04041-003
A imagem pode conter: atividades ao ar livre
Agradecimentos especiais cederam gentilmente o espaço da Paróquia Santa Margarida Maria(Vila Mariana) para a realização do 1º Mutirão. 
A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sentadas e multidão
Sucesso 1º  Mutirão de Capacitação e Apoio ao Cuidador de Alzheimer
A imagem pode conter: pessoas sentadas
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sentadas
Nenhuma descrição de foto disponível.
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e atividades ao ar livre
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas, multidão e área interna
Agradecimentos aos voluntários que contribuíram para o sucesso do nosso 1º Mutirão –  REDE SOCIAL DO CENTRO conseguiu as tendas;SUPERA diagramou e imprimiu nossas cartilhas; Prefeitura de SP doou os Estatutos do Idoso; FERRARI TRATORES doaram água, papel higiênico, copos descartáveis, guardanapos, lanches e sucos; ABG doou lanches, água, suco; ORGANIK doou guardanapos, papel toalha, água, café, bolachas; GAIA(grupo de Apoio Interdisciplinar em Alzheimer) doou lanches e café; e todos que levaram lanches, bolachas, sucos,café, lista de presença impressa; INSS distribuiu formulários e material informativo.
A imagem pode conter: 1 pessoa
Nenhuma descrição de foto disponível.
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé
Secretário Municipal da pessoa com deficiência Cid Torquato, Sr. Hamada, Lucia do MPF
A imagem pode conter: 2 pessoas, incluindo Almir Lima, pessoas sorrindo
Sr.Hamada do Ministério Público Federal, sempre colaborando com sua presença
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas e pessoas em pé
INSS atendeu todas as dúvidas sobre beneficios da familia e cuidadores com seus direitos.
Nenhuma descrição de foto disponível.
A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sentadas
Roda de Conversa que rolou com Cuidadores, Kd o sorriso no ínicio??? mas vejam após…
A imagem pode conter: 7 pessoas, incluindo Almir Lima e Míriam Morata, pessoas sorrindo
A imagem pode conter: 2 pessoas, incluindo Almir Lima, pessoas sorrindo, close-up e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: Daniel Checchio, Daniel Beltrão Alves e Almir Lima, pessoas sorrindo, área interna
Rede Social do Centro, sempre achando tempo para arquitetar novas ações …Conheça ++++ e participe https://www.redesocialdocentro.com.br/
A imagem pode conter: 3 pessoas, incluindo Almir Lima e Tino Perez, pessoas sorrindo, barba e chapéu
CVV sempre presente nas ações sociais
A imagem pode conter: 2 pessoas, incluindo Almir Lima, pessoas sorrindo
A imagem pode conter: 2 pessoas, incluindo Almir Lima, pessoas sorrindo, selfie e close-up
A imagem pode conter: Almir Lima, sorrindo, chapéu e close-up
Parabens guerreira ,por acreditar que era possível..que venha mais..Cuidadores agradecem. Valeu Míriam Morata pela persistencia…SUCESSO que venha ++++ DEUS ABENÇOE TODOS PARCEIROS E VOLUNTÁRIOS
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e área interna

Afromix.
E assim encerramos nosso 1º  Mutirão de Capacitação e Apoio ao Cuidador de Alzheimer
Gostariamos da sua opinião, sabemos que muito pode ser melhorado no 2ºMutirão que deve acontecer este ano ainda…
Mandem mensagens com sugestões.INBOX
temos profissionais que se inscreveram para apresentar trabalhos e pesquisas.

#Indico Durante mais de 10 anos fui um destes que na época poucos entendiam ou sabiam o que era esta doença, no passado muito dos nossos faleceram com a tal da caduquice(assim conhecido)

Quem não conhece o dia a dia, critica,tem achismos,denigre,não ajuda,se afasta de quem mais precisa e que não é só quem é cuidado e sim o Cuidador. Aprendi muito neste período e ví muitos abandonarem sua fonte de renda,afazeres,paternidade,maternidade, prá ajudar um pai,uma mãe um avó,avô, em muitos momentos sózinhos

Hoje já não tenho mais meu paizinho querido, que perto de muitos que acompanhei, não nos deu tanto trabalho, mas é inegável que nos úlitmos anos precisou de cuidado especial ….

Vejo neste 1º  Mutirão de Capacitação e Apoio ao Cuidador de Alzheimer a IMPORTANCIA em além de reunir estes guerreiros, elucidar prá quem não sabe ou finge não saber,mas é bom saber que este problema será presente na vida de muitos que estão ignorando….

Saiba que a dependencia Quimica,Depressão,Alzheimer estará cada vez mais presente nesta geração….

Não perca a oportunidade de conhecer

Aceite meu Convite e traga mais pessoas e principalmente CUIDADORES, que com certeza estão neste momento pedindo Socorro…. #ProntoFalei

Nenhuma descrição de foto disponível.
Data – 2 de Fevereiro de 2019 das 9 às 17h
Local – Paróquia Santa Margarida Maria
Endereço – Av. Lins de Vasconcelos, 2129 – Vila Mariana
(Metrô Vila Mariana)


PROGRAMAÇÃO DO  MUTIRÃO CAPACITAÇÃO E APOIO


AO CUIDADOR DE ALZHEIMER


Cuida de Mim!


9:00h – Abertura e Início do Movimento “Cuida de Mim!” – Míriam Morata

Palestras
10:00h –  Diagnóstico diferencial das demências e tratamentos atuais
Palestrante: Prof. Dr. Paulo Henrique Ferreira Bertolucci – Médico, doutorado em Medicina (Neurologia) pela UNIFESP e pós-doutorado pela Universidade de Londres. Professor adjunto e livre docente na Disciplina de Neurologia da UNIFESP.
11:00h – Aspectos legais e jurídicos na doença de Alzheimer
Palestrante – Dra. Danieli De Gaspari Antonio, Advogada e Fonoaudióloga especialista em motricidade oral.

12:00h – “Direitos do Idoso e da Pessoa com Deficiência”
Palestrante – Dra. Lúcia Thomé Reinert  – Advogada, defensora pública do Estado de São Paulo, Mestre em Direito Constitucional pela PUC/SP, coordenadora do Projeto Cidadania e Governança Democrática em conjunto com o MPF. 

13:00h – aguardando confirmação


14:00h – Aspectos psicológicos da família que enfrenta a doença de Alzheimer
Palestrante: Profa. Dra. Rosimeire Vieira da Silva – Neuropsicóloga, mestre em Neurociências pela UNIFESP/EPM, doutora em Psicobiologia pela UNIFESP/EPM.


15:00 – A Musicoterapia e a Doença de Alzheimer
Palestrante: Bruna Rodrigues Ribeiro – Musicoterapeuta, especialização em Neuropsicologia – UNIFESP e Reabilitação Cognitiva –  FMUSP

16:00h – Como manter a mente saudável
Palestrante: Dra. Thais Bento Lima – Gerontóloga pela USP, mestre e doutora em Neurologia pela Faculdade de Medicina USP, pesquisadora do Núcleo de Pesquisas e Estudos em Gerontologia da EACH-USP.


Grupos de Apoio e Atendimentos
– Oficina de Jogos – Método Supera
– Nutrição – Dra. Liliam Chica Kato
– Enfermagem – Enf. Eaine Soloyovas
– Biomédica – Dra. Beatriz Zapellini
– Neurologista – Dra. Larissy Renata
– Psicopedagoga – Pesquisadora em demência – Maria José Zapellini
– Fisioterapeuta em demências – Fernando
– Psicologia – Selma Deienno e Daniela Verroni
– CVV – Tino Peres e Dalva Lourenço (atendimento)
– Dança Circular – Arteterapeuta Cristina Andrade
– Corte de cabelo – Profissionais da Teruya
– Terapias integrativas – Reiki, Quick Massage

Rodas de Conversa

– 13:30h – Florais de Bach – Sandra Cristina da Silva – Terapeuta
– 14:30h – Cuidados com Higiene Bucal dos pacientes – Dr. Rafael Legati – Cirurgião Dentista
– 15:30 – Teatro – Escavando as poéticas da memória e do esquecimento no cotidiano do Alzheimer – Claudemir Santana e Bruna Dias
– 16:30h – Grupo Afromix
– 17h – Encerramento – Míriam Morata


Local – Paróquia Santa Margarida Maria


Endereço – Av. Lins de Vasconcelos, 2129 – Vila Mariana


(Metrô Vila Mariana)


Data – 2 de Fevereiro de 2019


Horário das 9:00h às 17:00h


Informações: mutiraoalz@gmail.com e alzcuidador@gmail.com


Grupo Alzheimer Diário do Esquecimento https://www.facebook.com/miriammnovaes/


Agradecemos a todos os profissionais grupos, empresas e Instituições que


apoiam e contribuem para realização desse Sonho.


Distribuiremos Cartilha – Estatuto do Idoso – Questionário


Você é nosso convidado. Permita-nos cuidar de você amigo Cuidador.

Este mutirão tem nosso apoio Total https://oprodutoroficial.wordpress.com se envolva e que aconteça ++++ DEUS ABENÇOE TODOS
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas, multidão e área interna
Jurei prá mim mesmo que após perder meu pai com 15 anos de tratamento Alzheimer, pude presenciar a deficiencia de falta de informações de cuidados com os Cuidadores….Paguei um preço com depressão, cirurgias afastamento do mercado de trabalho..E juntando forças e ideiasi com a Miriam Morata e entidades pude ver o SORRISO no final deste dia 02/02/19 pelos publico 1ºMutirão Alzheimer para Cuidadores.DEUS obrigado por + este Mutirão.

Se Vc é Cuidador, Leia senão compartilhe…AJUDE


Doença progressiva que destrói a memória e outras funções mentais importantes.
Muito comum
Casos por ano: mais de 2 milhões (Brasil)

Requer um diagnóstico médico

Não requer exames laboratoriais ou de imagem

Crônico: pode durar anos ou a vida inteira
As conexões das células cerebrais e as próprias células se degeneram e morrem, eventualmente destruindo a memória e outras funções mentais importantes.
Perda de memória e confusão são os principais sintomas.
Não existe cura, mas os medicamentos e as estratégias de controle podem melhorar os sintomas temporariamente.
Idades afetadas
0-2
Nunca

3-5
Nunca

6-13
Nunca

14-18
Nunca

19-40
Muito raro

41-60
Raro

60+
Muito comum

Consulte um médico para receber orientação
Fontes: Hospital Israelita A. Einstein e outros. Saiba mais



“Se puder AJUDAR..compartilhe #ideiaforte 

Infelizmente, há coisas que pensamos que só acontecem na família dos outros. Mas não, acontece com todos.
Para quem já teve ou tem um ente tão querido passando por este mal, aqui vai a minha homenagem!
Aprisionado no próprio cérebro que está diminuindo rapidamente, é como um médico descreveu para mim a doença.
Eu não desejaria demência/Alzheimer para meu PIOR INIMIGO, se eu tivesse um… Como o cérebro do paciente morre lentamente, você só consegue perceber algumas mudanças físicas e comportamentais, mas sem entender o que de fato ocorre, os familiares ficam surpresos e muitas vezes em estado de choque. Seu ente, eventualmente, esquece quem você é … Os pacientes, eventualmente, tornam-se acamados, incapazes de se mover e incapazes de comer ou beber. Haverá pessoas que vão ignorar esta mensagem porque demência/Alzheimer não os afeta. Eles podem não saber o que é lutar ou ter lutado ou ter um ente querido que esta batalhando contra a demência/Alzheimer.
Para todos os homens e mulheres que conheço, peço-lhes um pequeno favor … E sei que apenas alguns de vocês vão fazê-lo … Se você conhece alguém que está lutando contra a demência/Alzheimer, ou que já descansou , por favor, adicione isso ao seu status durante uma hora como um sinal de respeito e lembrança … Copie e compartilhe para apoiar as vítimas e famílias afetadas com a demência/Alzheimer. A doença não tem cura!!! Não há sobreviventes!!! Mantenha o dedo sobre a mensagem, a fim de copiar e em seguida, cole em sua página. Faça isso em nome de todos os cuidadores de alguém com esta doença

Em São Paulo

A imagem pode conter: texto
Acontece no Rio de Janeiro

21 de setembro é o Dia Mundial da Doença de Alzheimer..Comemorar?? #sabiaque

A doença de Alzheimer é uma forma de demência que ocorre, principalmente, entre os idosos.

É caracterizada por afetar certas funções intelectuais progressivamente, ao longo dos anos, e até agora é irreversível. Essas funções geralmente são:

  1. Memória;
  2. Orientação no tempo e no espaço;
  3. Pensamento abstrato;
  4. Aprendizado;
  5. Incapacidade de realizar cálculos simples;
  6. Distúrbios da linguagem, da comunicação e da capacidade de realizar as tarefas cotidianas.

População no Brasil

No Brasil estima-se que 1,2 milhão de pessoas possuem Alzheimer e com o envelhecimento da população esse número aumentará. Com isso, o Alzheimer se tornou uma doença preocupante para o governo, uma vez que os portadores da doença podem causar outros riscos à população como distúrbios de comportamento.

Diagnóstico

O diagnóstico clínico é feito por médicos especialistas através de testes neuropsicológicos. Mas, existe um teste que pode ser feito em 5 minutos e ajuda a detectar os primeiros sinais da doença. Conheça-o aqui.

Além disso, veja os 10 sinais de alerta da doença de Alzheimer:

  1. Perda de memória;
  2. Dificuldade em executar as tarefas domésticas;
  3. Problemas de linguagem;
  4. Perda da noção do tempo e desorientação;
  5. Discernimento fraco ou diminuído;
  6. Problemas relacionados com o pensamento abstrato;
  7. Trocar o lugar das coisas;
  8. Alterações de humor ou comportamento;
  9. Alterações na personalidade;
  10. Perda de iniciativa.

 

Cura

Atualmente, não foi desenvolvido um medicamento que previna ou cure definitivamente a doença de Alzheimer. Porém, existem dois tipos de medicamentos (Anticolinesterásicos e um Antagonista dos Receptores de Glutamato) que podem retardar a evolução, tratar os sintomas e controlar as alterações de humor. Por isso, quanto mais cedo for feito o diagnóstico e o inicio do tratamento, maiores são as chances de reprimir o avanço da doença.

 

Cuidados com o portador de Alzheimer

Depois de diagnosticado, o médico orientará sobre os cuidados especiais com esses pacientes, por exemplo:

  • Como preparar a casa para evitar os riscos de queda, já que a doença afeta a capacidade motora;
  • Acompanhamento cotidiano: higiene, aparência, alimentação, segurança e consumo de substâncias;
  • Seleção do familiar-cuidador;
  • O estresse do cuidador;
  • Os benefícios dos grupos de apoio aos familiares-cuidadores.

* Veja mais dicas clicando aqui!

 

Prevenção

Estudos comprovam que pessoas com maior escolaridade ou que possuem um grau intelectual elevado adquiriram uma rede de neurônios adicionais, que funcionam com uma “reserva” que pode retardar o avanço da doença.

Exercícios físicos e mentais ajudam. Por isso, é importante que o paciente mantenha uma atividade física, pois, dessa forma, ele melhora seu estado de espírito e consequentemente o do cuidador.

Confira os vídeos do Canal EMS Saúde para a Doença de Alzheimer:

 

 

 

 

Fontes

http://www.alzheimermed.com.br/ acesso em 08 de setembro de 2015 as 09:00
http://abraz.org.br/ acesso em 08 de setembro de 2015 as 10:00
http://www.doencadealzheimer.com.br/index.php?modulo=home acesso em 08 de setembro de 2015 as 11:00
http://www.portaldasaude.pt/ acesso em 08 de outubro de 2015 as 15:00

Lançamento livro Alzheimer Diário do Esquecimento- Miriam M.Novaes

                  Lançamento Alzheimer Diário do Esquecimento – Miriam M.Novaes A imagem pode conter: 1 pessoa

Amigos o lançamento do meu livro será sábado dia 5 de agosto a partir das 16h, no salão de convenções do Condomínio Edifício Brasília Business Center. (atrás do Carrefour do Tucuruvi)
Espero todos vocês para me dar um super abraço real, pessoalmente sem wi-fi 📴
e para ninguém esquecer vou lembrar todos os dias.
Av. Nova Cantareira, 1984 – Água Fria, São Paulo – Lançamento Alzheimer Diário do Esquecimento

Alzheimer. .Ajude com Click e faça uma mãe feliz

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, close-upTalvez muitos de vocês não saibam mas essa é minha mãe o nome dela carinhoso é Isa, ela tem 69 anos e está com uma doença bem parecida com o Alzheimer ela tem comportamentos bem infantis e é uma “outra pessoa” devido as fases da doença. Não vim aqui falar dos detalhes dessa situação mas amanhã estarei com ela e sempre lembro do quanto ela me incentivou em tudo o que eu tive vontade em minha vida. Desde os sonhos, desafios profissionais, dificuldades e tantas outras situações.
Ela dizia VAIIIIIIIIIIIIIIIIII pode ir! Kkkkk
Sempre forte, persistente, lutadora, brava rs e guerreira. Tenho muita admiração e persistência pois aprendi com ela antes e em seu momento atual que jamais devemos desistir do que acreditamos.

Lute, trabalhe, ore, acredite e PERSISTA os frutos virão 🙌

Minha princesinha ❤️ #amordemae #sorrisolindo#momentospreciosos por Roberta Omeltech

Quem Puder ajude #Alzheimer. é um ladrão que vem para roubar a coisa mais preciosa que temos: as lembranças de quem amamos.

Ele tem feito isso com nossa mãe, Dona Isa. Mas sabe porquê ele nunca irá vencer? Pois ele pode até apagar da memória dela quem nós somos pra ela; mas jamais será capaz de apagar quem ela é pra nós.

E aqui nessa página as suas histórias e memórias estarão vivas em linhas escritas pelo amor.

Se até o próximo sábado tivermos 7 mil curtidas nessa página, a nossa mamãe estará concorrendo a 1 ano de cuidados com produtos geriátricos como fraldas e outros de uso diário.

Sabemos que 1 like não custa muito. Mas o valor desse sorriso e das memórias que ainda colecionaremos com ela não tem preço.

Ajude a eternizar essa história.

https://m.facebook.com/DonaIsaHistoriasParaCompartilhar/…

Adesivo para tratamento de Alzheimer começa a ser distribuído pelo SUS de graça

Por

Pra quem não sabe, a doença de Alzheimer é uma enfermidade que não tem cura e que se agrava ao longo do tempo, mas, graças a ciência e tecnologia ela pode e deve ser tratada.

A maioria de suas vítimas são pessoas idosas. Talvez por isso, Alzheimer tenha ficado erroneamente conhecida como “esclerose” ou “caduquice”.

A doença se apresenta como demência ou ainda perda de funções cognitivas (memória, orientação, atenção e linguagem), na qual é causada pela morte de células cerebrais. Quando diagnosticada no início, é possível retardar o seu avanço e ter mais controle sobre seus sintomas, garantindo assim melhor qualidade de vida ao paciente e também à família.

E os portadores do mal de Alzheimer podem contar agora com um aliado no combate à doença, um adesivo transdérmico (que passa pela pele) substitui a medicação via oral. O adesivo, apelidado de Exelon Patch, é vendido com prescrição médica e deve ser aplicado uma vez ao dia em qualquer parte do corpo do portador.

O medicamento substitui os dois comprimidos diários do método tradicional de tratamento.

Os brasileiros que sofrem do Alzheimer não precisarão comprar o adesivo de rivastigmina. O medicamento aplicado na pele será distribuído gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde, SUS.

O adesivo tem como objetivo diminuir os efeitos colaterais da doença, como náuseas, vômitos e perda de apetite. Isso porque ele leva o princípio ativo direto à corrente sanguínea, sem passar pelo sistema digestivo do portador.

Tratamento no SUS

A rivastigmina já vinha sido distribuída no SUS, mas em forma de cápsula e solução via oral. Além dela, o SUS oferece outros medicamentos para tratamento de Alzheimer, como por exemplo, a donepezila e a galantamina.

O Alzheimer, para se ter ideia, atinge em média 7% dos idosos, e o seu sintoma mais conhecido é a perda de memória.

É a ciência a favor do bem estar de todos!

Fonte: 

http://engenhariae.com.br

 

Com Parkinson e Alzheimer, ídolo da NFL tenta transformar futebol americano

Gastineau fez história como defensor dos Jets

Foto: Al Bello/Getty Images

  • Gastineau fez história como defensor dos Jets

Há cerca de um ano, ele foi diagnosticado com demência, doença de Parkinson e de Alzheimer. Muito provavelmente, tudo causado pelo futebol americano. Mas Mark Gastineau, ídolo do New York Jets, preferiu não desanimar. Em vez disso, usa seu exemplo para ensinar os jovens fãs do esporte a se protegerem para que no futuro não tenham os mesmos problemas que ele.

“Minha primeira reação foi de não acreditar nos exames. Eu não podia acreditar. A segunda foi pensar como eu posso ajudar quem está entrando na NFL. É disso que se trata”, recordou o ex-jogador ao Daily News.

Gastineau, hoje com 60 anos, defendeu os Jets entre 1979 e 88. Foi um dos maiores defensores de sua geração e considerado o oitavo melhor pass rusher (aquele que pressiona o quarterback) da história da NFL. Ele, no entanto, diz que não sabia se proteger adequadamente.

“Eu usava a cabeça o tempo todo [nos choques]. Sei que se tivesse aprendido as técnicas que ensino agora para os jovens eu provavelmente não teria os problemas que tenho hoje”, argumentou.

Em meio à crescente preocupação nos Estados Unidos quanto aos riscos dos choques comuns no futebol americano, Gastineau quer ser um exemplo para que as coisas melhorem. Por meio de duas entidades, ele ensina técnicas para reduzir tais riscos. Tenta fazer com que as causas de seus problemas sejam amenizadas para os futuros jogadores.

“No final da vida, quando recebe uma notícia como a minha, você pode escolher fazer disso uma notícia ruim ou transformá-la em uma boa”, defende Gastineau.

O positivismo diante das doenças que descobriu vem de sua própria experiência. Quando criança, ele sofreu uma fratura tão grave na perna que os médicos disseram que ele nunca mais andaria. Gastineau não só voltou a andar como chegou a competir em rodeios antes de se tornar uma lenda do futebol americano, do qual não guarda mágoa, aparentemente.

 Credito: UOL, em São Paulo

10/02/201706h00

O que é Doença de Alzheimer

O que é a Doença de Alzheimer??

A Doença de Alzheimer é uma enfermidade incurável que se agrava ao longo do tempo, mas pode e deve ser tratada. Quase todas as suas vítimas são pessoas idosas. Talvez, por isso, a doença tenha ficado erroneamente conhecida como “esclerose” ou “caduquice”.

Resultado de imagem para alzheimer

A doença se apresenta como demência, ou perda de funções cognitivas (memória, orientação, atenção e linguagem), causada pela morte de células cerebrais. Quando diagnosticada no início, é possível retardar o seu avanço e ter mais controle sobre os sintomas, garantindo melhor qualidade de vida ao paciente e à família.

Seu nome oficial refere-se ao médico Alois Alzheimer, o primeiro a descrever a doença, em 1906. Ele estudou e publicou o caso da sua paciente Auguste Deter, uma mulher saudável que, aos 51 anos, desenvolveu um quadro de perda progressiva de memória, desorientação, distúrbio de linguagem (com dificuldade para compreender e se expressar), tornando-se incapaz de cuidar de si. Após o falecimento de Auguste, aos 55 anos, o Dr. Alzheimer examinou seu cérebro e descreveu as alterações que hoje são conhecidas como características da doença.

Não se sabe por que a Doença de Alzheimer ocorre, mas são conhecidas algumas lesões cerebrais características dessa doença. As duas principais alterações que se apresentam são as placas senis decorrentes do depósito de proteína beta-amiloide, anormalmente produzida, e os emaranhados neurofibrilares, frutos da hiperfosforilação da proteína tau. Outra alteração observada é a redução do número das células nervosas (neurônios) e das ligações entre elas (sinapses), com redução progressiva do volume cerebral.

Estudos recentes demonstram que essas alterações cerebrais já estariam instaladas antes do aparecimento de sintomas demenciais. Por isso, quando aparecem as manifestações clínicas que permitem o estabelecimento do diagnóstico, diz-se que teve início a fase demencial da doença.

As perdas neuronais não acontecem de maneira homogênea. As áreas comumente mais atingidas são as de células nervosas (neurônios) responsáveis pela memória e pelas funções executivas que envolvem planejamento e execução de funções complexas. Outras áreas tendem a ser atingidas, posteriormente, ampliando as perdas.

Estima-se que existam no mundo cerca de 35,6 milhões de pessoas com a Doença de Alzheimer. No Brasil, há cerca de 1,2 milhão de casos, a maior parte deles ainda sem diagnóstico.

Crédito: http://www.abraz.org.br/

%d blogueiros gostam disto: